• Ori and the Blind Forest já me cativou desde a primera que eu o vi na E3, desde então meu olhos se enchiam de expectativa a cada video que saia. E quando o joguei não era pra menos, o jogo foi e é muito mais do que eu poderia esperar em todos os sentidos, ou pelos quase todos. A primeira coisa inegavelmente nitida que a gente vê é a arte gráfica, que é simplesmente fantástica. Os cenários, os lugares tem vegetação e textura diferenciada, as cores são vivas e muito bonitas. Realmente nesse quesito são de encher os olhos. Graficamente falando é um dos melhores games que eu já joguei. E isso vem acompanhado com a excelente e fluida jogabilidade Ori, os comandos respondem bem e você tem total controle, e até mais porque ele é muito rápido então tome cuidado. No quesito sonoro não fica pra trás, com uma trilha sonora original Ori consegue passar um sentimento muito bom ao joga-lo, com músicas combinando perfeitamente com o momento de cada parte. Agora se depois disso você acha que o jogo é fácil, i'm sorry but not. Ori não é pra qualquer jogador, ele é um jogo muito mas muito dificil e você certamente morrerá, e morrerá e morrerá inumeras vezes. Logicamente não se desanime, Ori é 10/10 no meu conceito, é lindo, instigante, desafiante, nostalgico, épico então compre e jogue.

  • Capa de Rayman Legends Rayman Legends
    no
    Win
    há 6 anos

    Rayman Legends veio definitivamente se impor aos grandes títulos da Ubsoft, já que por sua vez não vinha trazendo jogos decentes a tempos. Uma coisa podemos concordar, a Ubsoft acertou em cheio ao ultilizar a UbiArt nos novos jogos como os Rayman's, Child of Light e Valiants Hearts. O que dizer de Rayman Legends? Apostando na mesma fórmula bem sucedida de seu antecessor Legends trouxe a mesma mecânica simples porém eficiente, jogabilidade fluida e comandos que respondem muitíssimo bem, trouxe novamente seus incriveis gráficos que mesmo sendo em desenho conseguem sem sombra de dúvida ser muito bonito, com cores fortes e bem vivas tendo cenários e personagens desenhado mão. O jogo continua com a alta dificuldade do anterior, porém a meu ver ,ficou mais fácil. Mas isso não quer dizer que você não enfretará vários desafios instigantes. Levado pela mesma proposta mas obviamente agora com mais cenários, mais fases, mais novidades, inclusive poder jogar várias fases do Origins. Em resumo é um excelente game, leve, divertido, desafiador, bonito. Então se você não o jogou ainda, jogue. Espere uma promoção na Steam e não deixe de adquiri-lo.

  • Capa de Child of Light Child of Light
    no
    Win
    há 6 anos

    Poderia dizer inumeras coisas sobre Child of Light, mas o que o resume é: Épico, lindo, emocionante, arte, sensibilidade, nostalgia...É incrivel como um jogo conseguiu reunir tantas qualidadees como Child o fez. Pra começar é impossivel não notar essa arte grafica fenomenal em forma de pinturas feitas a mão, Isso acompanhado de uma perfeita trilha sonora instrumental, cada música muito bem trabalhada para cada parte do jogo. É algo a titulo de prêmio. A história é muito bem contada e cativante contada incrivelmente em forma de poema. E ao dar o toque de nostalgia no traz a delicia de jogar rpgs antigos ao modo turno que ainda sim conseguiu inovar. Se isso tudo não te fazer jogar Child of Light, me desculpe você não gosta de jogos. Ou nesse caso, uma obra de arte.

Entre no nosso servidor do Discord