Análises curtidas por Leonardo

9 análises

  • Ori and the Blind Forest já me cativou desde a primera que eu o vi na E3, desde então meu olhos se enchiam de expectativa a cada video que saia. E quando o joguei não era pra menos, o jogo foi e é muito mais do que eu poderia esperar em todos os sentidos, ou pelos quase todos. A primeira coisa inegavelmente nitida que a gente vê é a arte gráfica, que é simplesmente fantástica. Os cenários, os lugares tem vegetação e textura diferenciada, as cores são vivas e muito bonitas. Realmente nesse quesito são de encher os olhos. Graficamente falando é um dos melhores games que eu já joguei. E isso vem acompanhado com a excelente e fluida jogabilidade Ori, os comandos respondem bem e você tem total controle, e até mais porque ele é muito rápido então tome cuidado. No quesito sonoro não fica pra trás, com uma trilha sonora original Ori consegue passar um sentimento muito bom ao joga-lo, com músicas combinando perfeitamente com o momento de cada parte. Agora se depois disso você acha que o jogo é fácil, i'm sorry but not. Ori não é pra qualquer jogador, ele é um jogo muito mas muito dificil e você certamente morrerá, e morrerá e morrerá inumeras vezes. Logicamente não se desanime, Ori é 10/10 no meu conceito, é lindo, instigante, desafiante, nostalgico, épico então compre e jogue.


  • Definitivamente não era a história que eu esperava no hype desses 7 anos. A naughty dog quebrou minha expectativa de ver o que eu queria. Na verdade acho que a de todo mundo. Tínhamos expectativas altas em torno da narrativa e do gameplay. É inquestionável a qualidade técnica do game. E o aprimoramento das mecânicas. TLOU 2 é um game que precisa ser jogado e sentido. Não pelo YouTube ou por cenas chaves e desfecho final. Não foi feito pra agradar todo mundo. Não é clichê e nem convencional. Ele machuca. E a intenção é essa. Ao final do jogo me senti como se tivessem me dado um soco no estômago. Agora fico com o vazio. Fazia anos que não sentia essas sensações durante e pós finalizar uma campanha. Quanto mais penso sobre mais chego a vários questionamentos. É sobre ódio e polarização. Mas também sobre empatia e fragilidade. A rejeição ao desenvolvimento da história e ao final da mesma é uma representação da crítica proposta ao longo do jogo. Mas o mais importante que o desfecho é sua jornada. Que pra mim pelo menos foi uma experiência incrível e que eu nunca tinha sentido antes. A NG estava certa quando disse que não estávamos prontos pra The Last of Us 2. Enquanto o ódio prevalecer alguma coisa não está certa.


  • Esta análise contêm spoilers

    Jogando o game eu percebo porque tem tantos haters dele, mas definitivamente não concordo com NADA do que disseram de ruim sobre ele. O jogo é impecável, de qualidade absurdamente alta e posso dizer que a história é bem corajosa. O único ponto negativo dele são alguns trechos da história e da própria campanha que achei bem arrastados, poderia ser menor. Fora isso acho que não há nada para reclamar do jogo, ele é incrível e um dos melhores jogos da geração, pra mim já é Game do ano. Embora ele não seja, nem de longe, o meu jogo favorito (o 1 também não é), ele é o que tem a melhor narrativa que já vi em um game, totalmente digna de cinema. SPOILER ALERT: Muita gente diz que a história do jogo é um lixo por conta da forma e do tempo que levou pro Joel morrer. Sei que ele era um personagem muito querido, e pra mim também era, e ainda é. Mas é válido ressaltar que ele não é um Jhon Wick da vida, e muito menos um Chuck Norris, é apenas mais um tentando sobreviver e que, infelizmente, caiu numa armadilha. Se pararmos para pensar também, a Ellie é que é a vilã da história, não a Abby. Ela matou o Joel por motivos super justos, e ela só queria Joel e nada mais, tanto que deixou a Ellie e o Tommy viverem, mas a Ellie matou praticamente todos os amigos da Abby por puro ódio e vingança, e mesmo com as duas caindo na porrada lá no teatro de Seattle, a Abby, num ato de misericórdia, ainda deixou a Ellie e a Dina viverem e foi embora. A Ellie tinha família, uma vida boa, tinha tudo, mas largou por conta da vingança, ela não estava satisfeita e foi atrás da Abby mais uma vez. Resultado: Ela perdeu dois dedos, ficou com um machucado na barriga, perdeu a família, perdeu a casa e nem pode mais tocar violão. Tudo isso nada mais são do que as consequências do ódio e como isso pode destruir nossas vidas. Não foi um final merda como dizem, foi um final totalmente digno e justo para a trama. Sinto muito se você não entendeu a mensagem do jogo, mas não é isso que vai tornar ele um jogo ruim, e muito menos te dá o direito de dizer que o jogo é um lixo e é o pior jogo já criado, por favor né.


  • Esta análise contêm spoilers

    Manos...o jogo é impecavel na questao de imersão...jogabilidade, gráficos, audio, realismo, mecanicas tudo q vcs podem imaginar o jogo é sem duvidas o melhor jogo em quesitos tecnicos e mesmo q vc não goste do desfecho da história(vamos chegar lá ainda) é ignorancia dizer o contrário. enfim quanto a história.. é complexa e tem intensão de passar uma mensagem por traz(. . . . . . . . . . .spoilers a seguir . . . . . . . . . . . . . ) todas as perdas e sofrimento q as duas tanto a abby quanto a ellie passaram tudo isso em busca de vingança e sim eu senti muito ódio da abby porém é preciso tentar interpretar as coisas com inteligencia.... oq custou a abby matar o joel? literalmente todos os amigos que ela tinha...e no final apenas um garoto q ela enojava por seu orgulho de ser a "matadora de cicatrizes(serafitas)" mas que no fim foi o maior companheiro dela.....ela teve a oportunidade de matar a ellie duas vezes e mesmo assim deixou quieto.....por outro lado a ellie não suporta a morte do joel e então vai em busca da responsavel por tal feito....e oq isso lhe custa? basicamente tudo q ela tinha... ela perdeu o jesse um dos seus melhores amigos...saiu de jackson pra viver uma vida feliz com a dina na fazenda...mais pela sua insistencia na vingança perdeu seu grande amor.....o tommy tem sequelas daquele tiro... então não seria capaz de ir atraz da abby e quando a ellie recusa continuar a vingança mesmo q só naquele momento...ele fica bravo e inconformado ou seja provavelmente a ellie não seria aceita em jackson novamente.....alem do fato de que graças ao ultimo confronto com a abby a ellie perde dois dedos e assim perdendo boa parte do seu dom musical.....ou seja a vingança destruiu as duas mesmo q elas não tenham morrido....... e a mensagem do jogo é algo como..." qual o preço q a vingança teve...será q vale a pena:? e o fato da ellie ter deixado a abby viver se da pelo fato de q ela não é uma pessoa má apesar de tudo e nem boa....em tlou 2 não existe bem ou mal....cada vilão é p heroi da sua própria história...e a ellie ja se sentiu culpada por matar um bebê inocente mesmo q sem querer...ela se permitiria matar uma mulher claramente exausta e debilitada na frente de uma criança impotente? e outro fato...ter o peso da morte dessa criança..pois naquele estado o lev não sobreviveria sozinho no oceano.........então é mais profundo do q um trecho de gameplay q muitos viram...não interpretaram e não gostaram do final e julgam como o pior jogo do mundo sendo que nem jogaram...então meu veredito...é um jogo espetacular...e cada momento tem sua vida sua essencia....vale muito apena ...tlou 2 é um jogo que meche com o jogador em todos os sentidos de uma maneira impecavel e nunca vista....alem do fato de q você entra no mundo e nem percebe as horas passarem...tudo tem um objetivo no jogo...ele nunca força uma gameplay só pra cumprir meta de horas jogadas..... enfim nota 10 com certeza...uma obra prima q marcou com certeza todos que jogaram.

  • Capa de Battlefield 1 Foto de Thiago Porto Thiago Porto para Battlefield 1
    no
    PS4
    há 3 anos

    Minha análise se baseia somente na campanha single player, bom seus gráficos, áudio e jogabilidades estão excelentes, mas quando se trata de campanha perde muito, nos obrigando a controlar aviões e tanques (oq é horrível para quem não está acostumado) e narrativas fracas e sem muita emoção (destaque para a dos australianos q é boa) e força muito pro lado de coisas da guerra como tanques, aviões, trens e falta uso de armas normais.


  • Achei que o jogo fechou a desejar. A experiência do game não satisfaz por completo o desejo e a ansiedade da espera por um jogo clássico como foi seu antecessor.Mais ou menos dar pra levar ,pela a jogabilidade , mais a campanha e muito curto deixando o jogador frustado pela falta de conteúdo que poderia deixado o jogo muito mais atrativo e excepcional aos jogadores e fãs de residente evil.

  • Capa de Fortnite Foto de BIG BOSS BIG BOSS para Fortnite
    no
    PS4
    há 3 anos

    Esse jogo é muito bom velho, sempre com inovações e eventos exclusivos, como o show do marshmello, o evento dos vingadores, john wick, e os eventos da historia são D+., a epic games tá de parabéns, a gameplay flui bem mas leva um tempo pra vc pegar as manhas do jogo, mas é muito divertido, ainda mias jogando com amigos, o modo salve o mundo tbm é bem divertido e recompensante


  • O jogo é muito bom, lembra muito o The Witcher 3 em muitas coisas, tem o melhor gráfico que já vi nesta geração. Acho que somente perde um pouco na trilha sonora porque só tem uma música que gostei bastante. Muito bom o jogo. Jogabilidade muito boa, história também muito boa, no gráfico arrebenta, parece que estamos jogando nos PS5, numa geração futura, a qualidade da chuva, dos jogos de luz no cenário consoante vai mudando a hora, incrível.

Entre no nosso servidor do Discord