Critérios de Avaliação

Áudio
Visual
Jogabilidade
Campanha
Diversão

Nota da Comunidade

Baseada em 137 avaliaçãos

Nota da Crítica

Baseada em 114 avaliaçãos

Nota Agregada

Baseada em 251 avaliaçãos

Compartilhe:

Sobre

Cinco anos depois da jornada perigosa pelos Estados Unidos pós-pandêmicos, Ellie e Joel se estabelecem em Jackson, Wyoming. A vida em uma próspera comunidade de sobreviventes lhes trouxe paz e estabilidade, apesar da ameaça constante dos infectados e de outros sobreviventes mais desesperados. Quando um evento violento interrompe essa paz, Ellie embarca em uma jornada implacável para fazer justiça e encontrar uma solução. Enquanto vai atrás de cada um dos responsáveis, ela se confronta com as repercussões físicas e emocionais devastadoras de suas ações.

Mídia

Capturas de Tela

Trailer

Análises (21)

Avalie o jogo para escrever uma análise

  • Foto de Desocupado Desocupado
    no
    PS4
    há 10 meses

    Esta análise contêm spoilers

    Manos...o jogo é impecavel na questao de imersão...jogabilidade, gráficos, audio, realismo, mecanicas tudo q vcs podem imaginar o jogo é sem duvidas o melhor jogo em quesitos tecnicos e mesmo q vc não goste do desfecho da história(vamos chegar lá ainda) é ignorancia dizer o contrário. enfim quanto a história.. é complexa e tem intensão de passar uma mensagem por traz(. . . . . . . . . . .spoilers a seguir . . . . . . . . . . . . . ) todas as perdas e sofrimento q as duas tanto a abby quanto a ellie passaram tudo isso em busca de vingança e sim eu senti muito ódio da abby porém é preciso tentar interpretar as coisas com inteligencia.... oq custou a abby matar o joel? literalmente todos os amigos que ela tinha...e no final apenas um garoto q ela enojava por seu orgulho de ser a "matadora de cicatrizes(serafitas)" mas que no fim foi o maior companheiro dela.....ela teve a oportunidade de matar a ellie duas vezes e mesmo assim deixou quieto.....por outro lado a ellie não suporta a morte do joel e então vai em busca da responsavel por tal feito....e oq isso lhe custa? basicamente tudo q ela tinha... ela perdeu o jesse um dos seus melhores amigos...saiu de jackson pra viver uma vida feliz com a dina na fazenda...mais pela sua insistencia na vingança perdeu seu grande amor.....o tommy tem sequelas daquele tiro... então não seria capaz de ir atraz da abby e quando a ellie recusa continuar a vingança mesmo q só naquele momento...ele fica bravo e inconformado ou seja provavelmente a ellie não seria aceita em jackson novamente.....alem do fato de que graças ao ultimo confronto com a abby a ellie perde dois dedos e assim perdendo boa parte do seu dom musical.....ou seja a vingança destruiu as duas mesmo q elas não tenham morrido....... e a mensagem do jogo é algo como..." qual o preço q a vingança teve...será q vale a pena:? e o fato da ellie ter deixado a abby viver se da pelo fato de q ela não é uma pessoa má apesar de tudo e nem boa....em tlou 2 não existe bem ou mal....cada vilão é p heroi da sua própria história...e a ellie ja se sentiu culpada por matar um bebê inocente mesmo q sem querer...ela se permitiria matar uma mulher claramente exausta e debilitada na frente de uma criança impotente? e outro fato...ter o peso da morte dessa criança..pois naquele estado o lev não sobreviveria sozinho no oceano.........então é mais profundo do q um trecho de gameplay q muitos viram...não interpretaram e não gostaram do final e julgam como o pior jogo do mundo sendo que nem jogaram...então meu veredito...é um jogo espetacular...e cada momento tem sua vida sua essencia....vale muito apena ...tlou 2 é um jogo que meche com o jogador em todos os sentidos de uma maneira impecavel e nunca vista....alem do fato de q você entra no mundo e nem percebe as horas passarem...tudo tem um objetivo no jogo...ele nunca força uma gameplay só pra cumprir meta de horas jogadas..... enfim nota 10 com certeza...uma obra prima q marcou com certeza todos que jogaram.

  • Foto de Nicholas Rubim Nicholas Rubim
    no
    PS4
    há 10 meses

    Esta análise contêm spoilers

    Jogando o game eu percebo porque tem tantos haters dele, mas definitivamente não concordo com NADA do que disseram de ruim sobre ele. O jogo é impecável, de qualidade absurdamente alta e posso dizer que a história é bem corajosa. O único ponto negativo dele são alguns trechos da história e da própria campanha que achei bem arrastados, poderia ser menor. Fora isso acho que não há nada para reclamar do jogo, ele é incrível e um dos melhores jogos da geração, pra mim já é Game do ano. SPOILER ALERT: Muita gente diz que a história do jogo é um lixo por conta da forma e do tempo que levou pro Joel morrer. Sei que ele era um personagem muito querido, e pra mim também era, e ainda é. Mas é válido ressaltar que ele não é um Jhon Wick da vida, e muito menos um Chuck Norris, é apenas mais um tentando sobreviver e que, infelizmente, caiu numa armadilha. Se pararmos para pensar também, a Ellie é que é a vilã da história, não a Abby. Ela matou o Joel por motivos super justos, e ela só queria Joel e nada mais, tanto que deixou a Ellie e o Tommy viverem, mas a Ellie matou praticamente todos os amigos da Abby por puro ódio e vingança, e mesmo com as duas caindo na porrada lá no teatro de Seattle, a Abby, num ato de misericórdia, ainda deixou a Ellie e a Dina viverem e foi embora. A Ellie tinha família, uma vida boa, tinha tudo, mas largou por conta da vingança, ela não estava satisfeita e foi atrás da Abby mais uma vez. Resultado: Ela perdeu dois dedos, ficou com um machucado na barriga, perdeu a família, perdeu a casa e nem pode mais tocar violão. Tudo isso nada mais são do que as consequências do ódio e como isso pode destruir nossas vidas. Não foi um final merda como dizem, foi um final totalmente digno e justo para a trama. Sinto muito se você não entendeu a mensagem do jogo, mas não é isso que vai tornar ele um jogo ruim, e muito menos te dá o direito de dizer que o jogo é um lixo e é o pior jogo já criado, por favor né.

  • Foto de Abranches Julian Abranches Julian
    no
    PS4
    há 10 meses

    Definitivamente não era a história que eu esperava no hype desses 7 anos. A naughty dog quebrou minha expectativa de ver o que eu queria. Na verdade acho que a de todo mundo. Tínhamos expectativas altas em torno da narrativa e do gameplay. É inquestionável a qualidade técnica do game. E o aprimoramento das mecânicas. TLOU 2 é um game que precisa ser jogado e sentido. Não pelo YouTube ou por cenas chaves e desfecho final. Não foi feito pra agradar todo mundo. Não é clichê e nem convencional. Ele machuca. E a intenção é essa. Ao final do jogo me senti como se tivessem me dado um soco no estômago. Agora fico com o vazio. Fazia anos que não sentia essas sensações durante e pós finalizar uma campanha. Quanto mais penso sobre mais chego a vários questionamentos. É sobre ódio e polarização. Mas também sobre empatia e fragilidade. A rejeição ao desenvolvimento da história e ao final da mesma é uma representação da crítica proposta ao longo do jogo. Mas o mais importante que o desfecho é sua jornada. Que pra mim pelo menos foi uma experiência incrível e que eu nunca tinha sentido antes. A NG estava certa quando disse que não estávamos prontos pra The Last of Us 2. Enquanto o ódio prevalecer alguma coisa não está certa.

  • Foto de iGustoso iGustoso
    no
    PS4
    há 10 meses

    Esta análise contêm spoilers

    Um belo jogo para mim. Ambientação, gráficos, nível de detalhe, jogabilidade são fantásticos. Mas, por outro lado, a história e o roteiro que dividem opiniões e deixam a desejar, é uma história que o prende até o fim, uma história que faz com que a raiva e o sentimento de vingança entrem no jogador, para decepcioná-lo com um final vazio. Um final que faz você pensar que tudo que você fez no jogo foi em vão, todas as perdas foram em vão, jogar The Last Of Us Part 2 foi em vão. O que também machucou muito os jogadores e fãs do jogo foi o personagem principal, tão impressionante, tão amado, sendo morto de uma maneira tão covarde e muito mal contada. E ainda forçando você a jogar uma boa parte do jogo com a assassina dele, "tentando" entender o lado dela, mas quem jogou o primeiro jogo inteiro, o jogo que fez você admirar, apoiar Joel, não conseguiu engolir a história de Abby. Mas enfim, um belo jogo dessa geração.

  • Foto de Decifrador Decifrador
    no
    PS4
    há 10 meses

    Esta análise contêm spoilers

    De todos os jogos que eu joguei no PS4 esse sem duvidas tem a melhor gameplay e o melhor gráfico, nunca imaginei que o PS4 poderia chegar nesse nível, na minha primeira zerada não vi nenhum tipo de bug, no novo jogo+ aconteceu um bug, mas nada que afetasse a gameplay, já a historia deixa um pouco a desejar, não é que seja ruim, mas não chega nem perto da historia do seu antecessor. Sobre a morte de Joel, um cara que já está a mais de 20 anos nesse mundo, sabe de todos os perigos, já passou por diversas coisas, entrar em uma casa de pessoas desconhecidas? Isso não se encaixa na minha cabeça. Como conjunto não é o melhor jogo da geração como todos imaginavam, mas não deixa de ser um jogo incrível.

  • Foto de Guilherme Prata Guilherme Prata
    no
    PS4
    há 9 meses

    Esta análise contêm spoilers

    Sim, a Naughty Dog se arriscou. Mas eu consigo dizer com certeza que foi o melhor jogo da geração. Em relação a aspectos técnicos, não há o que discutir: gráficos INSANAMENTE foto-realistas, trilha sonora impecável (Gustavo Santaolalla, o mito), efeitos sonoros incríveis, desde pisar em um tapete até o som de modificações nas armas, cenários lindos, melhores animações já vistas em um jogo, etc. Agora, o que causa a divisão nos fãs da franquia é a história: é difícil sim, pelo menos no começo, "aceitar" o motivo da vingança da Ellie e o fato de jogarmos com a Abby. No entanto, ao longo da campanha, através de todas as emoções que sentimos ao jogar, cada vez mais o jogador se pergunta se a vingança é realmente a coisa certa a se fazer. Em certo momento, a dualidade e a perspectiva são representadas de maneira tão GENIAL nesse jogo entre as duas protagonistas que, no fim, aqueles que realmente jogaram (e não jogaram pelo YouTube, por exemplo) conseguem enxergar a grandiosidade desse jogo. "Todo vilão é o herói da própria história". Obra-prima

Ler todas as análises

Nota do Game


Nos acompanhe!