6
1

Critérios de Avaliação

Critério Nota
Áudio
Visual
Jogabilidade
Campanha
Diversão

Capturas de Tela

Sobre

Dishonored 2 acontece 15 anos depois de A Praga de Dunwall. O Império entra no caos depois da Princesa Emily Kaldwin ter sido destronada por um "usurpador de outro mundo", tornando-se uma fora-da-lei aos olhos da sociedade. Emily segue então os passos do seu mentor, Corvo Attano, que a treina até tornar-se uma Assassina. Armada com a marca do Outsider, Emily entra numa aventura para reclamar o seu título e restaurar o poder que se perdeu. A acção decorre na terra natal de Corvo, a cidade de Karnaca na Ilha de Serkonos, uma das quatro grandes ilhas do Império.

Ficha Técnica

Editar
Nome: Dishonored 2
Lançamento:
Plataformas: Microsoft Windows, PlayStation 4, Xbox One
Gêneros: Ação & Aventura, Furtividade
Temas: Sobrenatural, Steampunk
Características: Escolhas
Modo de Jogo: Um Jogador
Desenvolvedora: Arkane Studios
Publicadora: Bethesda Softworks
Franquia: Dishonored
Classificação: 16 anos

Análises (2)

Avalie o jogo para escrever uma análise

Foto de Luiz Gustavo
no
PS4
em 05 de junho de 2017 às 10:33
Esta sequência tinha tudo para ser mais um grande jogo. Dishonored 2 oferece ótima campanha com escolha entre dois personagens jogáveis com suas próprias características e habilidades supernaturais. O jogo mantém muitas características do game original: linda ambientação e ótimo level design, apesar de quedas drásticas de FPS nas cutscenes de introdução de missões; grande acervo de documentos e cartas que enriquecem a história; cenários que se adaptam ao seu estilo de jogo, além de quests opcionais entre as missões, gerando finais diferentes dependendo de suas escolhas. Mas tudo é jogado por terra por causa da IA dos inimigos. Você não tem o controle como tinha no primeiro jogo. Independentemente dos ajustes de dificuldade, o jogo não proporciona senso de presença dos soldados e isso acaba com toda a experiência com o game.
Foto de Magalhaesgfm
no
One
em 12 de dezembro de 2016 às 22:45
Supera seu antecessor. Nunca fui fã do primeiro Dishonored, mas esta sequencia me deu vontade de jogar o primeiro novamente, dar uma segunda chance a ela. A esta altura creio que não seja spoiler dizer que você pode jogar com Corvo Attano ou sua filha, Emily Lakdwin em Dishonored 2. Enquanto Corvo é muito bom para ataques mais diretos, sua filha é melhor em ataques furtivos. Os gráficos são lindos, os inimigos tem uma inteligência artificial desafiadora e as possibilidades neste jogo, seja em batalha ou caminhos para completar as missões te dão vontade de jogar mais de uma vez.

Nota do Game

Nos acompanhe!