Nota da Comunidade

Baseada em 1 avaliação

Compartilhe:

Ficha Técnica

Editar
Nome
Voltage Fighter: Gowcaizer
Nome Alternativo
Chojin Gauken: Gowcaizer
Lançamento
Plataformas
Arcade Neo Geo Neo Geo CD PlayStation
Gênero
Luta
Tema
Super-Herói
Modos de Jogo
Um Jogador Competitivo Local
Publicadora
SNK

Voltage Fighter: Gowcaizer

Luta SNK 1995

Jogo de luta da Technos baseado em anime de Masami Obari

Notas por Plataforma

Plataforma Nota Total Distribuição
Arc Arcade
1
1
NG Neo Geo 0
NGCD Neo Geo CD 0
PS PlayStation 0
Exibir plataformas sem nota

Critérios de Avaliação

Critério Nota
Áudio
Visual
Jogabilidade
Campanha
Diversão

Análises

Avalie o jogo para escrever uma análise

Foto de Super-EuF Super-EuF
no
Arc
há 1 mês
Masami Obari (dos animes Fatal Fury e Voltage Fighter) foi o responsável pelas artes deste curioso jogo da antiga Technos Japan no arcade MVS de Neo Geo. Portado para AES, Neo Cd e Playstation, Gowcaizer traz típicos personagens de anime onde o protagonista foi visivelmente baseado nos Cavaleiros do Zodíaco, com armadura e tudo, e com o mesmo nome do jogo, Gowcaizer. No elenco temos estudantes, cantora, ninja, homenagem a tokusatsu e até robô. O game se basea num futuro apocalíptico próximo, na região do Japão, após um grande terremoto, região esta que poderia ser dominada pelo então vilão Ohga (lembra bastante Shurato). Os golpes do jogo são simples, porém há detalhes interessantes que só puderam ser vistos anos mais tarde em Street Fighter III da Capcom, como efeitos de fogo e eletricidade muito bem feitos. Quando um lutador vence um adversário é possível pegar um golpe do derrotado, pode-se acumular golpes de diversos derrotados, porém só pode usar apenas um por luta (se o derrotado for um homônimo, então o golpe pego fica bem mais forte). As músicas são um show a parte (no Neo Geo Cd são cantadas) e um dos chefes finais, Platonic Twins, dá muito trabalho. Além disto o protagonista e também Shen Long (sim, aqui temos um) são os únicos que podem usar dois especiais diferentes. Um ponto fraco é a simplicidade de alguns cenários. Da mesma empresa do Double Dragon, porém sem o reconhecimento de seu primo mais rico.

Nota do Game

Nos acompanhe!