Critérios de Avaliação

Áudio
Visual
Jogabilidade
Campanha
Diversão

Compartilhe:

Sobre

Em sua busca por poder, o 12º Rei de Boletaria, Rei Allant, canalizou as ancestrais Artes da Alma, despertando um demônio do alvorecer dos tempos, o Ancião. Com a invocação do Ancião, uma névoa incolor alastrou-se pela terra, libertando criaturas terríveis e famintas por almas humanas. Aqueles que tiveram as almas arrancadas perderam a sanidade. Restou somente o desejo de atacar os que permaneceram sãos. Agora, Boletaria está isolada do mundo exterior, e os cavaleiros que ousam adentrar a névoa espessa para libertar a terra de seu suplício nunca mais são vistos. Como um combatente solitário que desbravou a névoa sinistra, você deverá enfrentar os desafios mais difíceis para conquistar o título de "Algoz de Demônios" e fazer o Ancião adormecer novamente.

Mídia

Trailer

Análises (1)

Avalie o jogo para escrever uma análise

  • Foto de Nicholas Rubim Nicholas Rubim
    no
    PS5
    há 2 anos

    Essa análise que farei aqui é provisória, futuramente irei refazê-la de modo definitivo. Antes de mais nada, é muito importante ressaltar que este jogo é um REMAKE, e não um remaster, como muitos dizem. Quando a BluePoint anunciou o game como um dos primeiros títulos do PS5 eu fiquei extremamente feliz, afinal, é o remake de um dos meus jogos favoritos de todos os tempos, e é a mesma que fez o remake incrível de Shadow of the colossus, então eu esperava algo realmente fantástico. O Remake de fato ficou incrível, mas infelizmente este adjetivo eu só posso atribuir ao visual do jogo e a criação de personagens. O game original possui muitas limitações, mas a maioria delas são facilmente perdoáveis, uma vez que o jogo já é bem antigo, afinal, são quase 12 anos desde o seu lançamento, e também por ter sido o primeiro jogo de uma linhagem, então as ideias ainda estavam nascendo. Mas tais limitações e falhas não deveriam existir no remake, ainda mais depois de Bloodborne, Sekiro e da trilogia dark souls. Diversas coisas no jogo original deveriam ter sido corrigidas e não foram, como o lance de não poder vender itens e de certas armas que precisavam de uma calibrada melhor para se tornarem bem mais úteis no jogo. E PRINCIPALMENTE, a falta dos conteúdos cortados, especialmente a 6° archstone, cuja área todos os fãs gostariam de explorar. O remake teve pouquíssimas adições e não corrijiu quase nenhuma falha que o game original possui, além disso, os efeitos de algumas magias ficaram muito estranhas, como a fireball, que no jogo original parecia um puta meteoro pra cima do inimigo, enquanto no remake parece só uma bolinha de fogo comum. Para resumir, o remake de Demon's souls me decepcionou muito e com excessão dos gráficos e da criação de personagens, não há nada muito impressionante no remake e quase nenhuma alteração foi feita. O game original é fantástico em quase todos os aspectos, já o remake, só na parte do visual mesmo.

Discussões

Seja o primeiro a criar uma discussão

Entre no nosso servidor do Discord