Critérios de Avaliação

Critério Nota
Áudio
Visual
Jogabilidade
Campanha
Diversão

Notas Agregadas

Comunidade (87)

Minha Nota

Notas por Plataforma

Plataforma Envios Nota
PS4 PlayStation 4 87

Análises (10)

Avalie o jogo para escrever uma análise

Foto de Bruno Marques Bruno Marques
no
PS4
em 21 de abril de 2018 às 16:38
O retorno de Kratos com certeza não poderia ser melhor, o novo God of War traz o equilíbrio perfeito entre narrativa de qualidade e jogabilidade bem pensada e executada, a mudança de câmera encomoda um pouco nos primeiros minutos de gameplay, mas depois de um tempo tudo se torna fluído e intuitivo, o machado de leviatã é sensacional e possui diversas utilidades além do combate. Não espere algo linear como os anteriores, não que isso fosse ruim, mas com o novo modelo de jogo em mundo semi aberto, há a possibilidade de uma exploração que aumenta ainda mais a imersão. O jogo contém diversos elementos de jogos RPGs, como evolução de armas, armaduras e aquisição de novas técnicas, poderes e runas...o que traz uma gama gigante de possibilidades de batalha. No começo fiquei um pouco receoso em questão de Atreus ser um personagem que auxilia o tempo todo, achei que ele seria um peso morto e poderia atrapalhar no combate...mas como eu estava enganado, a medida que evoluímos Atreus e Kratos a coperação entre eles se torna muito dinâmica e divertida. O gráfico é simplesmente um dos mais lindos da geração, é surreal o quanto o jogo tem o gráfico perfeito, e não perde nada em desempenho...o ambiente não precisa de comentários, cada local foi cuidadosamente trabalhado com extrema qualidade, nos fazendo parar sempre pra admirar as paisagens. O jogo é essencial a todos os gamers, independente da plataforma que possua, se tiver uma chance de jogar essa obra prima, não desperdice por "fanboysmo" bobo...poucos jogos oferecem esse tipo de experiência.
Foto de Pedro Andrade Pedro Andrade
no
PS4
em 11 de junho de 2018 às 15:44
O jogo trás um franquia de sucesso da Sony, renovada, revitalizada. Confesso que nunca fui fã da série de jogos de Kratos. Mas esse jogo já tinha me chamado atenção em alguns pontos. O primeiro ponto, o jogo definitivamente deixou de ser Hack and slash, parta pra cima dos inimigos esmagando o botão freneticamente, e certamente morrerá. O jogo trouxe carisma (ou pelo menos um pouco) a um personagem sem nenhuma personalidade. A jogabilidade é bem fluída depois de melhorar metade da árvore de habilidades. A música e os efeitos sonoros são perfeitos. O gráfico está bem bonito e bem ambientado na mitologia nórdica. E a história com um ar interpretativo no final, deixa aquela vontade de que venha logo a continuação. E o melhor, o garoto! Depois das melhoras na árvore, o garoto se torna indispensável nas lutas.
Mas nem tudo são flores... A direção das cutcenes podia ser melhor. Não é um jogo muito divertido de se jogar, ele me deixou tenso pra acabar logo a campanha. Os inimigos não são muito variados e os chefes (fora as 10 Valkirias) são muito simples e com poucas combinações de ataques. E o começo do jogo é extremamente arrastado, não só na história, como em gameplay, Kratos sem as habilidades que podem ser compradas com experiência, não passa de um brutamontes pesado e duro.
Foto de Vitor Pegorer Bilharinho Vitor Pegorer Bilharinho
no
PS4
em 19 de novembro de 2018 às 16:02
Os fãs da trilogia original podem se preparar pra levar um tapa na cara com esse titulo. Santa Monica decide fazer um "mundo aberto" mas a movimentação é tão ruim, lenta e limitada que fica um gosto amargo ao tentar explorar. A repetição de inimigos, bosses, linearidade/ claustrofobia do mapa estilo corredorzinho simulator também acaba com a experiência. O fato de o jogo inteiro só ter 2 armas contra 5 do Gow2 e 4+do Gow 3 também é ridículo. Os puzzles são patéticos comparados aos puzzles de todos outros jogos da série. Trocar o combate incrivel de gow 2 e 3 por essa versão capada do combate de dark souls também foi uma péssima ideia. E por último gostaria de deixar registrado que essa camera colada nas costas do Kratos estilo the last of us não combina nem um pouco com esse jogo.
Foto de Luiz Gustavo Martins Luiz Gustavo Martins
no
PS4
em 07 de junho de 2018 às 18:27
Mais um jogo extremamente superestimado da Sony. Gostei da transição de formato do jogo e esse, definitivamente, não é o problema. Aliás, o jogo de forma nenhuma é ruim. Mas diante da infestação de notas 10 e marketing da Sony, fica sim um gosto ruim. Aliás, se esse jogo tivesse qualquer outro nome fora de uma franquia da Sony, ele não receberia nota acima de 9. Há tantas decepções com esse jogo que enumerarei as principais:
- Paredes invisíveis. Você nunca cai de um precípicio e há uma ilusão de liberdade
- Loot e progressão de skills chata
- Efeito de repetição intensa de inimigos entre os pontos principais da campanha
Ler mais análises

Avaliaram

ver mais

Sobre

Muitos anos se passaram desde que Kratos teve sua vingança contra os deuses do Olimpo. Agora vivendo com seu filho no mundo dos deuses e monstros nórdicos, ele deve ensina-lo a sobreviver. Como um mentor e protetor para ele, Kratos deve dominar a raiva que o impulsionou por muitos anos. Nesta nova história, Kratos enfrentará um novo panteão de criaturas, monstros e deuses.

Ficha Técnica