Últimas Avaliações

Ver todas as avaliações

Últimas Análises

  • Capa de Sonic Mania Sonic Mania
    no
    PS4
    em 11 de junho de 2019 às 20:58
    Sonic, Tails e Knuckles estão vivendo a pacata rotina de sempre, até que o Dr. Robotnik decide mais uma vez atrapalhar a tranquilidade de todos no intuito de dominar o mundo. Dessa vez ele rouba uma pedra que domina o espaço e tempo, mandando seus inimigos para longe, mas será que só isso é suficiente para se livrar de Sonic e seus amigos e efetuar seus planos do mal? Depois de longos anos de espera, Sonic Mania chegou para saciar a vontade dos fãs da franquia, trazendo um jogo de pura nostalgia, com algumas das melhores fases dos games antigos, tudo com o estilo dos jogos da geração 16 bits. Aqui temos três personagens jogáveis com quatro estilos de jogo, sendo eles: Sonic e Tails juntos, mas nesse modo apenas Sonic é jogavel, sendo que Tails fica correndo ao lado e por sorte não é tão inútil quanto parece, caso ataque algum inimigo ou até os chefes, também tira dano, ocorre o mesmo com os anéis. Faltou só um botão de troca para jogar tanto com Sonic ou Tails no mesmo modo. Knuckles também está no jogo e é um dos mais divertidos de jogar, com ele é possível escalar as paredes e planar pelos ares, mas se quer voar mesmo, escolha o próximo personagem que será citado. Tails, ao contrário do primeiro modo, aqui Sonic não está junto, mas calma, esse danado amarelo também tem alguma habilidade, depois que pular se apertar o pulo novamente, a calda começa a girar e Tails voa. Caso não queira nenhuma dessas habilidades, tem também o modo apenas com o Sonic, este considero o mais difícil, mas é perfeito para quem busca desafios maiores ou reviver os jogos apenas com ele. Quem conhece Sonic, sabe o quão veloz e difíceis são seus jogos, neste não é diferente, principalmente pelo número gigante de fases. São 12 "mundos" com 2 atos em cada um deles, no total são 24 estágios. Agora apenas imagine zerar sem perder nenhuma vida, ou até mesmo sem nenhum "continue", afinal os jogos antigos se perder todas as vidas, retorna para o início do jogo. Mas pode ficar relaxado, aqui existe o Game Over sim, mas por sorte é possível retornar do mundo onde perdeu. No decorrer do jogo, vai se deparar com vários anéis dourados espalhados por todos os cantos das fases, eles nada mais são que a Energia do personagem. Isto é, se tiver sem nenhum e tocar em algum inimigo vai morrer na hora, mas se possuir 1 ou mais vai sobreviver, mas vai perder todos que possuía, literalmente ver todos voando para longe. Apenas imagine ter 99 anéis, faltando apenas 1 para conquistar aquela sofrida Vida, tocar em alguém e ver tudo indo pelos ares, é muito frustrante. Gostaria de destacar uma luta contra o Robotnik que ao invés de sair na porrada um contra o outro, os dois tem um enorme duelo no estilo Tetris, isso mesmo, aquele jogo maravilhoso que é preciso juntar 4 peças da mesma cor, fazendo isso faz com que caia bolas pretas no lado do inimigo para atrapalhar, então seja rápido e boa sorte. Outro detalhe que sempre deixa a todos que jogam muito aflitos, são as fases com água, nelas para quem não conhece, o personagem não consegue respirar embaixo d'água, apenas por algum tempo, nisso quando esta de boa jogando e faltam 5 segundos, começa uma música que mesmo estando próximo da bolha que restaura o ar, bate uma aflição enorme. Se quer proteção além dos anéis dourados, também existe o que chamo de "televisões" com alguns poderes, como a de fogo que ao pular é possível dar um Dash que faz até alguma coisas no cenário pegar fogo. Uma Bolha de ar, essa é perfeita para fases na água já que deixa o personagens respirar tranquilo sem aquela correria toda. Uma Bolha de choque que puxa todos os anéis dourados como um Imã, a melhore de todas que contém uma Vida e a mais terrível com o Robotnik, está faz com que perca todas as moedas, cuidado com ela. Como as fases de Sonic Mania são gigantes, todas elas possuem Checkpoints, mas não só isso, em cada um deles é bom ficar atento, pode aparecer um bônus stage, então cuidado para não sair correndo feito louco e passar direto. Este Bônus possui um visual em 3D. Aqui é preciso pegar todas as bolas azuis para conquistar a moeda de prata ou pegar junto os aneis dourados e conquistar a moeda de ouro, com elas pode ganhar Extras no Menu Mode. Para pegar as 7 esmeraldas coloridas, basta procurar pelos bônus escondidos pelas fases, eles estão em forma de Anéis gigantes. Aqui basta perseguir um OVNI pra pegar a esmeralda, mas Sonic não está veloz o suficiente, é preciso pegar as bolas azuis para aumentar a velocidade, mas tome cuidado tem tempo para isso, para aumentar um pouco o tempo só pegar os anéis (Sonic vive de anéis), além disso tome cuidado com os buracos. A trilha sonora está fantástica, várias ótimas músicas dos jogos antigos estão aqui (Green Hill Zone) e outras novas também. Os efeitos dos inimigos morrendo permanecem no estilo 16 Bits, com sons simples e que não deixam de trazer nostalgia. A história já era de se esperar que não fosse o grande foco do jogo, mas é um ponto a parte já que com ótimas músicas, jogabilidade variada entre os personagens e gráficos no estilo 16 Bits, Sonic Mania está muito bonito e é a prova de que jogos neste estilo ainda funcionam mesmo nos dias de hoje. Recomendo.
  • Capa de Oddmar Oddmar
    no
    And
    em 30 de maio de 2019 às 00:22
    Vikings, os maiores guerreiros já conhecidos, temidos e admirados por todos os reinos, prontos para lutar pela glória e prosperidade do seu povo. Grandes feitos se esperava de Oddmar igual aos seus pais, poderosos guerreiros que deixaram nosso protagonista sozinho, antes mesmo de ter idade para seguir esse caminho Viking junto com eles. Crescendo sozinho, Oddmar não queria mais nada além de comer e dormir, até receber uma ordem direta de seu líder. Tudo que precisava era destruir a floresta, algo simples para um grande guerreiro Viking, mas será que Oddmar consegue cumprir essa simples missão? Ou melhor, será que ele vai querer cumprir...? O jogo foi lançado para IOS e Android, com uma jogabilidade utilizando o Touch dos celulares, mas não ache que isso é um problema, Oddmar é bem fácil de controlar, principalmente por ter apenas os "botões" de movimento, pulo, ataque e por último, mas não menos importante, o de fazer um Smash em cima dos inimigos. Na questão do movimento, é preciso apenas ir para direita e para esquerda, mas aparece "cima e baixo" só nos momentos que está subindo nas cordas. Em poucas fases do jogo Oddmar encontra um Javali, que se torna um grande aliado na hora de perseguir um certo inimigo, a fase em que aparece ficam bem mais rápidas. Um teste que fiz durante o decorrer do jogo foi tentar jogar com um controle Ipega e por incrível que pareça, funciona perfeitamente, não é preciso nem configurar botões ou habilitar algo, basta conectar o Bluetooth e pronto, já vai estar funcionando. Uma observação, se conectar o controle, vá em opções e tire os controles Touch da tela para jogar com a tela mais limpa. Efeitos sonoros são otimos, no momento dos ataques com Machado ou Espada, da pra ouvir bem o escudo e até mesmo a voz do personagem principal, quando se grita "for Vallalha" é emocionante, principalmente quando se está acompanhando e conhece a história dos Vikings, suas crenças e tradições. Algo que deve ser admirado é a narração do jogo, que é feita por apenas uma pessoa, até mesmo as vozes de todos os personagens nas cutscenes é feita apenas por ele, por menor que o jogo seja, é algo sensacional. As pequenas cutscenes no começo de algumas fases ajudam muito para o decorrer da história, a arte está linda, o único problema são alguns erros de escrita nas legendas em PTBR (até no nome do Oddmar em um momento), mas nada grave ou que atrapalhe no decorrer do jogo, quem sabe com o tempo e atualizações não arrumem esses erros simples. As artes das animações e do jogo parecem muito desenhos animados, principalmente vendo as caras e bocas do Oddmar no decorrer das fases e sua animação no decorrer da aventura durante as fases, quem vê até esquece que ele é um preguiçoso. Como todo jogo de aventura, não pode faltar os maravilhosos coletaveis, aqui existem os Triângulos de ouro, eles aparecem quando são coletados um certo número de Triângulos menores durante a fase. Também tem as Medalhas de Ouro, cada fase possui três, mas todas em locais escondidos, pode estar no alto ou até em passagens secretas, então é bom sair caçando bem pra encontrar. Agora vamos para os dois coletaveis que não estão em todas as fases, ou está um ou outro. O primeiro é a Medalha de Tempo, para conquista-la não é tão complicado, basta ganhar do recorde que aparece antes de começar a fase, só sair correndo que nem louco como se não houvesse amanhã. O segundo é a Medalha dos Sonhos, para conseguir é preciso encontrar durante a fase uma névoa roxa com um monstro dentro, o danado literalmente vai arrotar em Oddmar e colocá-lo para dormir (tá aí o porquê do nome Medalha dos Sonhos). No mundo do sonhos basta chegar até o final para ganhar a Medalha, mas não se preocupe, o desafio aqui é grande. Já vou deixar avisado aqui, o jogo tem uma dificuldade razoável, mas a um aumento enorme no penúltimo para o último estágio. O design da fase é bem difícil, principalmente pra quem joga no Touch, vários obstáculos cortantes e tudo em quase queda livre. Oddmar é perfeito para quem procura algo a mais para se jogar nos celulares Android e IOS, principalmente nos tempos de hoje com infinitos jogos Pay to Win e Battle Royales. De tempos em tempos o jogo fica de graça na Play Store para alegria de muitos (principalmente a minha). Se tiver a chance, jogue essa maravilha.
  • Capa de Naruto: Ultimate Ninja Storm Naruto: Ultimate Ninja Storm
    no
    PS3
    em 22 de maio de 2019 às 16:56
    Anos antes da história em que o jogo se passa, a Vila de Konoha inexplicavelmente foi ataca por uma raposa de nove caudas, a terrível Kyubi. Mas graças a vários ninjas que se sacrificaram e principalmente o 4° Hokage que selou a besta dentro de uma criança que acabava de nascer, no intuito de salvar a Vila. Anos se passaram desde esse ocorrido, todos da Vila odeiam a criança com a Kyubi, tratam ela como lixo, imaginando que a culpa é dela pela destruição de parte de Konoha e morte de entes queridos no passado. Mas essa criança por mais sozinha que tenha vivido nesses árduos anos, hoje cresceu, tenta se tornar um Ninja e sonha em ser um Hokage. Essa criança nada mais é do que Chuck Norris... opa pera lá, é o Naruto. Logo no Mode Select de Naruto Ultimate Ninja Storm é possível que imaginem que não ouve muito trabalho no jogo com um Menu tão simples, já que existe apenas o "Ultimate Mission Mode", "Free Battle Mode" e "Option Mode", nada de modo online, deixando o jogo sem muitas opções de pra onde ir. Mas calma, todo conteúdo está no modo aventura, até mesmo a Gallery está por lá para os viciados em coletar as artes do jogo. Vamos falar mais do Modo Aventura ou Ultimate Mission Mode. Nesse modo se pode andar por toda vila de Konoha, conversar com os moradores, encontrar as lojas para comprar e vender os itens que se encontra nas missões, mas vá com calma nas vendas, muitos desses itens podem ser usados para criar outros para venda, tanto na loja de itens equipaveis e no Restaurante do Ichiraku. Nesse caso é só comer os pratos feitos para ir aparecendo mais, tudo isso no intuito de aumentar o Chakra que é utilizado para correr no modo aventura. O mapa da Vila possui uma legenda em seu canto inferior direito, facilitando muito pra encontrar tudo que se precisa, principalmente as missões secundárias. A lista de missões é extensa, são um total de 100 missões, todas divididas entre o Rank "D" ao "S" e a saga principal com a história de Naruto até perder seu amigo Sasuke para o lado Cobra da força. Um dos maiores problemas desse jogo é a obrigação que é dada ao jogador de passar as missões secundarias com o objetivo de conseguir "Mission XP", necessário para prosseguir na história principal. Cada missão é preciso um número certo desse XP, o que leva a perder muito tempo em missões fáceis até demais. Além de várias lutas, as missões secundárias tem alguns estilos diferentes, tanto uma corrida pra ver quem chega primeiro ao topo das árvores, ou até mesmo uma perseguição na floresta contra Akamaru, Pakkun e entre outros. Algo triste sobre o modo historia é a falta da saga contra Zabuza e Haku, um dos melhores inimigos que o Time 7 já enfrentou logo no início da história. Outra também é que ao invés de lutar contra Kidomaru, Sakon, Jirobo e Tayuya, as lutas são apenas contra o Kimimaru, repetindo muito quando se está próximo do final do jogo. Mas não ache que esses quatro não estão no jogo, pois aqui eles só podem ser escolhidos como Suporte. Por incrível que pareça acrescentaram até Gamabunta (o sapo gigante) e o Shukaku (Jyubi de uma cauda) na história, mas não ache que ficou ruim não, as lutas são legais, desviando de golpes poderosos e muitos Quick Time Event em momentos especiais. Aproveitando a deixa das lutas entre personagens pequeno contra "Megazords", uma em especial bem a frente da história me chamou atenção, entre Tsunade e Jiraya Vs. Orochimaru, todos usando suas invocações em uma luta gráfica maravilhosa com efeitos muito bonitos tantos para os fãs ou até mesmo para os novatos em Naruto. No modo Free Battle Mode são 25 Personagens jogáveis e por incrível que pareça, talvez por preguiça dos desenvolvedores, juntos com os 4 ja ditos acima, são 35 personagens que só podem ser escolhidos como suportes, o que leva a pensar, por qual razão não foram adicionados esses 10 suportes como jogáveis? Preguiça? Falta de espaço no Armazenamento do disco...? Ficaremos com essa incógnita. A Jogabilidade surpreende com lutas em 3D, com lindos cenários e bom alcance pra fugir e atacar nas lutas. Mas um dos problemas no cenário é quando o personagem é lançado em direção a parede, ao invés de simplesmente cair no chão, a luta continua só na parede, até que alguém seja derrubado de volta pro chão. Nem ao menos existe a possibilidade de sair correndo em direção ao chão ou de andar pela parede por si só, apenas se for lançado. O sistema de substituição quando vai ser atacado continua igual aos jogos antigos, é gasto chakra e ficou muito mais difícil de usar, é preciso apertar a Defesa no momento exato pra funcionar. Os Jutsus e Ultimate Jutsus, tanto do personagem jogavel ou dos Suportes, é possível ganhar mais durante o jogo e pode ser trocado antes de cada luta, variando bastante os golpes. O esquema dos Ultimate Jutsus foram herdados dos primeiros jogos da série, podem ser cancelados pelo adversário ou ficar mais poderoso, isso claro depende de quem aperta a ordem de botões mais rápido. Durante o decorrer da luta, próximo ao HP tem três ícones de fogo, se conseguir encher todos, o personagem entra em Modo Storm, fazendo o ataque e defesa ficar mais forte, mas não é só isso, faz com que o Chakra fique enchendo automático, infelizmente não dura pra sempre, não passa de 1 minuto desse nível alto de poder. Os gráficos em Cel-Shading não inovam, mas estão tão bonitos quanto os jogos antigos e é o estilo perfeito para os jogos Naruto. Com a mudança das lutas 2D para o 3D, o maior medo é sempre se a câmera vai ser o maior dos problemas no meio da pancadaria, mas pelo contrário, jogando Single ou até com algum amigo, a câmera segue muito bem os personagens, fazendo com que não os jogadores não se percam no meio da luta. A Trilha Sonora já não tem muita novidade, assim como todos os jogos da série Naruto, as músicas são as do anime como já era esperado. Nas opções logo no Menu do jogo é possível escolher a dublagem dos personagens, entre a original em Japonês e a meia boca em Inglês (mil vezes a Japonesa), isso tanto para as vozes nas Cutscenes ou no áudio dos Jutsus. Não existe forma melhor de jogar do que ouvir "Kage Bushin no Jutsu" ou "Rasengan" no meio da luta. Como primeiro jogo da série Storm, o jogo possui seus defeitos, mas consegue divertir tanto nas lutas, quanto nos momentos correndo pela Vila de Konoha a procura de missões secundárias com os clássicos personagens como Sakura, Kakashi, Jiraya e varios outros.
Ler todas as análises

Nota do Game

Nos acompanhe!